Journal_pane_9082671419791794

Existência by: Edith Grilo

Eu estou aqui. Porque e que não me vez? Porque e que não me ajudas? Porque e que não me crês? Não sabes o que é nascer e já não ter futuro, não sabe o que é viver sempre no escuro. Só queria ter alguém a contar, a quem confiar que já não consigo lutar. Não tenho força para ser objecto numa vida alheia uma marioneta feita à tua maneira. No entanto não peço muito, só um pouco de orgulho, um pouco de amor, um pouco de tudo. Queria um toque sentido e não forçado, um sentimento puro e não cobrado...

28 December 2014, 06:36 PM
l
1 love: AlejoRyand
comment
Journal_pane_9082671419791295

My Fucking World by: Edith Grilo

Acordei tal dia, pronta para descobrir a que mundo pertencia, e foi então, que me dei conta de que estava sozinha. Á minha volta vagueiam corpos vazios que se cruzam sem se ver, cujas dores não partilham, que não perdem dois segundos para esboçar sequer um desejar forçado de bons dias. Sinto-me só, perdida, num primeiro instante gritei, mas os meus gritos eram mudos como se estivesse em modo silencioso. Tentei abraçar alguém para que reparassem em mim, mas o calor humano escapava-me pelos ded...

28 December 2014, 06:28 PM
l
1 love: mairadsf
comment
Img_dload19352-0_journal_pane

Tu by: Edith Grilo

Tenho medo, não de perder tudo mas de perder o nada que sustento, a esperança vazia que um dia possa ser diferente. Não tenho nada mas esse nada e-me tudo como uma tela em branco onde projecto o futuro. Embora incompreendido, é um amor só meu, um amor que tenho e sinto, um amor que está sempre ao alcance de um sonho, de um desejo que tive e tenho,em segredo, dentro de mim. És dono do sorriso, do calor e do frio. És dono da tristeza, choro e grito. És dono do bom e do mau. És dono de mim sem o...

12 April 2013, 05:33 PM
l
1 love: mairadsf
comment